• Dr. Lanza

OBESIDADE X TESTOSTERONA


Em tratamentos de obesidade existem detalhes importantes que o nutricionista não deve deixar passar despercebido. Hoje vou falar de uma alteração hormonal que percebo ser menosprezada muitas vezes impossibilitando o sucesso do tratamento.

O FATOR ESTROGÊNIO!!!

Existe uma enzima no corpo humano chamada CYP19, também conhecida como aromatase, que tem a capacidade de transformar o hormônio testosterona em outro hormônio, o estrogênio. Esta enzima recebe esse nome pois ela quebra o anel aromático da fórmula estrutural da testosterona e, esse simples "detalhe", é responsável por desencadear o aumento de um hormônio (estrogênio) que facilita a síntese de adipócitos na região abdominal (em homens) e região de culotes (em mulheres). O problema todo é que o local do corpo onde existe maior quantidade de enzima aromatase é na região da gordura visceral, e, quanto mais concentração de enzima aromatase, mais síntese de gordura visceral. Conseguiram entender que este é um ciclo que se retroalimenta de forma negativa?


Ou seja, é extremamente importante modular a ação desta enzima para diminuir os níveis de estrogênio para facilitar o emagrecimento, tanto em homens quanto em mulheres.


No sexo masculino é ainda mais fácil perceber essa alteração hormonal, pois um dos sinais clínicos da predominância estrogênica é a ginecomastia (aumento do volume da glândula mamária) ou a lipomastia (aumento do volume da gordura mamária). Por isso avaliar o paciente continua sendo algo fundamental para o sucesso em qualquer tratamento. Um abraço do seu nutricionista, Dr. Lanza

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo