• Dr. Lanza

DISBIOSE INTESTINAL X INFARTO

Há quase 4 anos quando meu filho Arthur teve uma crise de sinusite e após quase 2 meses em tratamento com 4 diferentes tipos de antibióticos que meus estudos e pesquisas para trata-lo iniciaram-se. Foi então que me especializei em intestino e ampliei significativamente meu conhecimento sobre esse que acredito ser o órgão que comanda o resto do corpo.


Quando afirmo que a doença que mais mata pessoas no mundo atualmente, o infarto, tem relação com a disbiose (desequilíbrio da flora intestinal) percebo a dificuldade que muitas pessoas têm de entender essa relação, então vou explicar.

O interior das artérias é revestido por uma camada chamada glicocalix, uma membrana que faz parte do complexo de membranas denominadas membranas GLA. Atualmente se conhecem 27 membranas GLA, e o glicocalix é apenas uma delas. O que todas estas membranas tem em comum é o fato que são formadas por, entre outros elementos, glutamina. Outra membrana GLA é a osteocalcina, uma membrana que reveste os ossos e está intimamente associada com boa formação do osso. A osteocalcina, além de ser formada por glutamina, também precisa de cálcio, porém o cálcio carrega duas cargas positivas (++) e a glutamina uma carga negativa (-) e, para que seja possível a interação da glutamina e cálcio, a glutamina precisa se converter em carboxiglutamina (++), porém, o cofator indispensável para essa transformação é a vitamina K2. A vitamina K2 pode ser ingerida na alimentação, porém sabe-se que a maior fonte desta vitamina vem da própria produção pelas bactérias intestinais. Então, observem a seguinte relação: na disbiose, os níveis de vitamina K2 diminuem, impedindo a transformação de glutamina em carboxiglutamina, fazendo com que o cálcio não seja utilizado na síntese óssea, deixando-o disponível para se depositar no glicocalix, promovendo a calcificação das placas ateromatosas nas paredes arteriais, aumentando a incidência de doenças isquemicas como o infarto e o AVC.


Viram como o corpo humano não é segmentado? Tudo está interligado e entender essa comunicação é muito fascinante. CUIDE DO SEU INTESTINO.


Um abraço do seu nutricionista, Dr. Lanza

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo